Blog

Entenda o que é “Deepfake”

Entenda o que é “Deepfake”

 

Ao longo dos últimos ano, o avanço da tecnologia permitiu que diversas áreas fossem modernizadas e tiveram influência na forma em que vivemos nossas vidas. A internet, por exemplo, está presente em nossos dias, e o avanço da tecnologia, possibilita nossa locomoção pelas cidades, estudar ou trabalhar, e até mesmo a passarmos por procedimentos na área da saúde.

A história do cinema nos permite observar de que forma o avanço tecnológico influenciaram na reprodução audiovisual. Com os efeitos especiais, algumas cenas podem ser transformadas em algo completamente diferente. Uma explosão pode ser criada no computador e parecer extremamente realista. Além disso, alguns efeitos especiais permitem até mesmo a alteração do rosto de uma pessoa – para parecer mais nova ou mais velha, para ter outra fisionomia e, até mesmo, para que o rosto de uma pessoa seja substituído pelo de outra.

Fora das telas, isso se tornou possível também de ser visto em nossos computadores ou celulares.

Diversas pessoas já assistiram algum vídeo que consistia em uma cena característica de um filme em que o rosto do ator ou atriz principal havia sido substituído pelo de outra pessoa. Esse efeito, nem sempre realista, foi muito utilizado para ser cômico.

Cartão Plus

Entretanto, avançando ainda mais, a tecnologia possibilitou que essas substituições gerassem vídeos realistas.

Conhecido como Deepfake, o uso de inteligência artificial permite que possa ser criado vídeos falsos com pessoas fazendo ou falando algo que nunca fizeram antes. O nome surgiu da junção de duas palavras em inglês: “fake”, que significa falso e “deep”, significa “deep learning”, uma técnica em que computadores conseguem aprender com base em padrões.

Para que esses vídeos possam ser criados, os programas utilizados devem possuir um rico bando de dados. O vídeo que será alterado passa por análises, assim como dados que contenham o rosto da pessoa que será utilizado. Dessa forma, haverá informações o suficiente para que o programa faça a substituição de forma realista.

Na internet, alguns vídeos com Deepfake viralizaram. O uso da imagem de figuras públicas em situações difamatórias ou cômicas gerou, inclusive, diversas fake news. A criação desse conteúdo já foi realizada manipulando a imagem de políticos ou artistas tendo discursos intolerantes, ou em cenas retiradas de filmes adultos.

A intenção da criação desses vídeos vai além do cômico. Pois podem gerar repercussões negativas, prejudicando tanto pessoas famosas quanto pessoas comuns.

É possível, ainda, reconhecer quando se trata de um vídeo com Deepfake. Alguns detalhes costumam não ser realistas e podem ser percebidos na voz, tom e entonação, assim como se o movimento dos lábios é sincronizado com a fala e o movimento do rosto e corpo. Para isso, é importante assistir vídeos da pessoa que aparece nesse material e analisar suas reações e fala.

Há, ainda, algumas ferramentas que checam vídeos quadro a quadro e que detectam sinais de manipulação.

Com o avanço da tecnologia, é esperado que se torne cada vez mais realista efeitos como esse. E, reconhecer uma manipulação se tornará ainda mais difícil.

Para conhecer mais sobre recursos e uso de mídias sociais, acompanhe as redes sociais e o site da Start Social!

 

Receber Novidades

Ao informar meus dados, concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Compartilhe no:

Veja outros posts

#deumStart